Motorista que cruzou calçada e fugiu após atropelar motoboy é procurada pela polícia

A Polícia Civil está à procura de Cassiane Aparecida Araújo Aires suspeita de tentativa de homicídio após se envolver em um grave acidente, que terminou com um motoboy gravemente ferido, na madrugada do último sábado (12), no bairro Rebouças, em Curitiba.  Após a batida, a condutora, que é considerada foragida, deixou o local sem prestar socorro.

O acidente aconteceu no cruzamento da Rua Nunes Machado com a Avenida Sete de Setembro. O motoboy, Mozart Martins, de 32 anos, estava a caminho de mais uma entrega na região, quando foi atingido pelo veículo que cruzou a canaleta exclusiva para ônibus e atingiu a vítima do outro lado da via. Em seguida, o Fox ocupado por mulheres deixou o local e a vítima ficou implorando por ajuda.

“Após a batida, o motorista parece que acelerou mais e nem olhou pra trás. Eu moro no 9° andar e dava para ouvir os gritos do motociclista. Lá de cima deu pra ver que era um Fox branco e isso foi confirmado pelas pessoas que estavam aqui. Não deu pra ver se era um homem ou se tinha outras pessoas no carro”, disse Gabriel Costa em entrevista à Rede Massa.

De acordo com a Polícia Civil, responsável pelas investigações, testemunhas prestaram depoimento e o pedido de prisão contra a motorista foi solicitado. Nesta quarta-feira (16), a polícia cumpriu mandado de busca a apreensão na residência de Cassiane, mas ela não foi localizada.

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Além da tentativa de homicídio, a mulher poderá responder pelos crimes de omissão de socorro e fuga do local de acidente.

Denúncias

A PCPR solicita a colaboração da sociedade com informações que auxiliem na localização da mulher. As denúncias podem ser feitas de forma anônima pelos telefones 197 da PCPR, 181 Disque Denúncia ou 3261-6650 e 3261-6639, diretamente à equipe de investigação.

Vítima hospitalizada

Em estado grave, a vítima foi encaminhada ao Hospital Cajuru, onde passou por cirurgias e deve permanecer internado sob cuidados médicos. Apesar da gravidade, segundo os médicos, ele não corre risco de morte.

Conforme a esposa da vítima, Mozart deve passar por outras cirurgias e o processo de recuperação será lento. “De acordo com os médicos, ele vai passar por mais duas cirurgias e também por um neurologista. Foram muitas lesões, o processo de recuperação será lento.”, contou Francielle Bilinoski.

Manifestação

Na tarde desta segunda-feira (14), grupos de motoboys se reuniram no local do acidente para protestar e pedir mais segurança à categoria. De forma pacífica, a manifestação aconteceu na Avenida Sete de Setembro, no bairro Rebouças. Em seguida, os motociclistas seguiram até o Capão da Imbuia, em frente à Delegacia de Delitos de Trânsito de Curitiba.

Veja o momento do acidente: