É preso um dos suspeitos de estar envolvido no homicídio de Ricardo Marodim, morto no aniversário dos filhos

Na manhã desta quarta-feira (12), Alan Alisson Pacheco foi preso na própria residência, na Rua Formosa do Oeste, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele é suspeito de estar envolvido no assassinato de Ricardo Marodim, morto em novembro, durante a festa de aniversário dos filhos.

A polícia acredita que Alan seja envolvido com o tráfico de drogas. Ele também é acusado de participar de outros quatro homicídios. Entre os casos, está a morte de Gustavo Reis, conhecido como Gustavinho, 19 anos, que morava em Pinhais.

O delegado Hormínio de Paula explica que o jovem estava sendo monitorado pela polícia há algum tempo. Segundo o delegado, no momento da prisão, Alan tentou pular do segundo andar para fugir dos policiais. No entanto, ele foi cercado e detido.

Além da participação de Alan nos crimes, a polícia identificou que os suspeitos usaram o mesmo carro em alguns dos homicídios.

Uma informação inicial aponta que Alan teria recebido R$ 500 em cocacína para matar Marodim. Ele será interrogado pela polícia na tarde desta quarta-feira, na Delegacia de Pinhais.

Três envolvidos na morte de Ricardo estão presos. Um quarto integrante foi morto em confronto com a polícia. Apesar dessas prisões, a polícia ainda busca mais informações sobre a morte de Marodim para concluir o caso.

Ricardo Marodim fazia parte de uma rede de tráfico de drogas. Ele era casado com Camila Marodim, que cumpre prisão domiciliar pelo mesmo crime.