Funcionários da Viação Campos Gerais realizam nova paralisação

Na cidade, os funcionários do transporte coletivo estão em greve desde 5 de abril

Na manhã desta quinta-feira (29) os trabalhadores da VCG anunciaram nova paralisação que durou das 7h às 10h. O sindicato que representa a categoria julgou a mobilização ilegítima, uma vez que foi uma ação independente feita pelos próprios trabalhadores, sem acordo com o sindicato.

Nesta quinta-feira (29), por determinação judicial, a empresa deveria fazer os depósitos, o que não ocorreu. A companhia diz que não possui recursos para pagar e que foi afetada com a queda da demanda por causa da crise gerada pela pandemia de COVID-19.

A justiça decidiu bloqueio de bens da VCG para pagar os salários atrasados. A decisão é da 3ª vara do trabalho de Ponta Grossa, da última terça-feira (27), e determina o bloqueio de valores considerando o indicado pelo sindicato autor da ação, o sindicato dos motoristas, cobradores e trabalhadores em empresas de transportes coletivos (Sintropas).

Conforme o Sintropas, o valor é de 2,2 milhões e tem intuito de efetuar o pagamento dos salários atrasados dos colaboradores. Na cidade, os funcionários do transporte coletivo estão em greve desde 5 de abril. Após uma decisão do Tribunal Regional do Trabalho, 50% da frota voltou a funcionar apesar da paralisação.

Veja mais detalhes na reportagem completa do Destaque Ponta Grossa e região desta quinta-feira (29):