Programa busca combater crimes virtuais contra crianças

Na sexta-feira (23), o Governo do Paraná, por meio da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, e o Ministério da Mulher e Direitos Humanos firmaram um acordo técnico para a implantação do Programa Reconecte Paraná, que tem o objetivo de combater crimes virtuais contra crianças.

O Paraná já havia formalizado a adesão ao programa, proposto pelo Ministério, e agora se torna o primeiro estado brasileiro a formalizar a implantação. O acordo técnico para implementação conjunta do Reconecte busca o desenvolvimento de ações para o uso inteligente das tecnologias digitais nos aspectos da saúde, família, educação, segurança e da cultura.

O termo foi assinado pelo secretário Ney Leprevost e a secretária nacional da Família, Angela Vidal Gandra, durante o webinar Programa Reconecte em Foco.

“Orientar a família e as crianças e conscientizar os profissionais que atuam na proteção à infância sobre o uso saudável das tecnologias é uma tarefa extremamente necessária nos dias atuais”, afirmou Ney Leprevost.

A parceria tem como objetivo executar ações como promover novas versões do Curso Detox Digital, que é vinculado à ação cinco do Pacto Infância Segura do Paraná; aplicar o curso de capacitação EaD, da Secretaria Nacional da Família para os servidores dos Escritórios Regionais da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, com vagas extensivas a profissionais de toda a rede de proteção; e nova capacitação para famílias e adolescentes, por meio de reunião de pais ou seminário sobre o tema.

Também serão desenvolvidas ações que valorizem atividades culturais, artísticas e esportivas para crianças e adolescentes a fim de prevenir o uso compulsivo de tecnologias.

O programa também tem como foco o enfrentamento e a prevenção dos riscos e efeitos nocivos do uso inadequado, e até criminoso, das tecnologias, como lesões por esforço repetitivos, patologias musculares, cyberbullying, aliciamento e pedofilia online.

Informações da Agência Estadual de Notícias