Senado instala comissão para acompanhar ações de combate à Covid-19

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) – O Senado instalou nesta quarta-feira comissão temporária para acompanhar as ações de combate à Covid-19, que terá o senador Confúcio Moura (MDB-RO) como presidente, no pior momento da crise do coronavírus no país.

A comissão foi proposta por senadores após a crise no Amazonas, agravada pela falta de oxigênio para pacientes.

Mas senadores têm argumentado que a criação e instalação da comissão não excluem a necessidade de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a condução do governo federal na área da saúde durante a pandemia.

Havia, entre os contrários à CPI, a expectativa de um arrefecimento do clima após a ida do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ao plenário do Senado em fevereiro.

Mas o aumento de casos e mortes pela nova doença nos últimos dias, aliado à adoção de regras mais restritivas por parte de governadores para evitar a disseminação do vírus, trouxe mais lenha à fogueira e tem alimentado a pressão pela instalação da CPI.

Na terça-feira, o Brasil registrou recorde de mortes por Covid-19 em um único dia, com 1.641 novos óbitos, elevando o total desde o início da pandemia para 257.361. Mais de 10,6 milhões de pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus.

Mesmo um órgão federal, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), destacou, em nota técnica publicada na terça-feira, que a rápida aceleração da pandemia verificada desde janeiro resultou no pior cenário de ocupação de leitos de UTI para Covid-19 em vários Estados e capitais do país, com 19 unidades da Federação apresentando taxas de ocupação de leitos superiores a 80%.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH221FJ-VIEWIMAGE