Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Curitiba, PR
Clima
18.7ºC
Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Governo pode adiar relançamento do Minha Casa, Minha Vida

Redação

Redação

Por Isadora Duarte e Thais Barcellos

São Paulo E BRASÍLIA, 15 (AE) – Após visita do ministro da Casa Civil, Rui Costa, a obras de imóveis do Minha Casa Minha Vida em construção na Bahia, o relançamento do programa pelo governo federal pode ser adiado, apurou o Broadcast.

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva,e o ministro da Casa Civil, Rui Costa,durante anúncio e assinatura das primeiras medidas econômicas do governo, no Palácio do Planalto | Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

A estratégia inicial do governo era relançar o programa em Feira de Santana, em agenda na próxima sexta-feira (20), na primeira viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Nordeste após a posse, juntamente com a entrega simultânea de unidades habitacionais em outros municípios brasileiros. O adiamento deve ser motivado pela condição “precária” das obras encontrada em Feira de Santana.

Lula vem afirmando que o governo vai acelerar a entrega atrasada de obras do Minha Casa Minha Vida, ainda contratadas na gestão de Dilma Rousseff (PT). Segundo fontes, o relançamento em uma semana “muito possivelmente” não ocorrerá, mas Costa ainda deve conversar com o presidente sobre a questão.

A visão do chefe da Casa Civil é que não poderá ser realizada entrega de unidades habitacionais em Feira de Santana. As possibilidades discutidas são relançar o programa sem entrega de obras ou com entregas em outro município.

Antes da viagem presidencial, Costa vistoriou as obras de conjuntos habitacionais do programa em Feira de Santana e também no município de Santo Amaro na manhã deste sábado juntamente com o governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT).

A assessoria de imprensa da Casa Civil informou, em nota, após a vistoria, que em Feira de Santana há 240 unidades habitacionais prontas no Conjunto Residencial Campo Belo – Habitar do Sertão, que foram contratados no governo Dilma.

A pasta afirma que o conjunto de Feira de Santana não foi entregue pelo governo federal, ficando fechado e sem manutenção, havendo necessidade de reformas que devem levar mais de 30 dias

“Temos obras que estão prontas para serem entregues, e outras como a de Santo Amaro, onde os prédios estão prontos, mas falta o acesso. Eu vim ver de perto as instalações, e esse conjunto aqui em Feira de Santana não tem condições de ser entregue em uma semana, que era nossa expectativa. Será preciso repor o material furtado, já que a vigilância foi retirada. Vou combinar com a Caixa Econômica e com o governador Jerônimo Rodrigues para que possamos entregar essas habitações o mais breve possível”, disse Costa na nota.

De acordo com estimativa da Casa Civil, há 1,4 mil obras do Minha Casa Minha Vida prontas para serem entregues à população, de um total de 4 mil obras do programa que estão sendo finalizadas.

Informações por Estadão Conteúdo

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Ative as notificações e fique por dentro das notícias

Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia