CastraPet vai passar por sete cidades paranaenses até domingo; veja quais

O CastraPet Paraná – Programa de Esterilização de Cães e Gatos tem previsão de castrar gratuitamente 1.630 animais em mais sete cidades até o próximo domingo (30). Deste total, 782 cirurgias são destinadas à capital paranaense.

Em Curitiba, a ação começou na segunda-feira (24) e segue até esta quinta-feira (27), no estacionamento do Parque Olímpico do Cajuru, com apoio da prefeitura. A ação também acontece nesta quarta-feira (26) em Santo Inácio, Astorga e Sabáudia.

Nos próximos dias serão contemplados os pets de Mandaguari (27, 28 e 29), São José dos Pinhais (28), Medianeira (29), Jandaia do Sul (30).

Nesta semana, as equipes de médicos veterinários já passaram por Colorado (24 e 25), Santa Fé (24) e Iguaraçu (25).

O CastraPet Paraná é uma iniciativa do Governo do Estado, via Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), com recursos do tesouro estadual e de emendas parlamentares.

A previsão é atender 275 municípios até março do ano que vem, atingindo 68% das cidades paranaenses beneficiadas desde 2019, um investimento de R$ 15,8 milhões. O programa está inserido no contexto da saúde única, uma abordagem tripla que preza a associação da saúde humana com a animal e o meio ambiente.

“A castração dos animais de estimação contribui para a redução do abandono de filhotes nas ruas, que em sua maioria passam fome, são vítimas de maus-tratos e podem ser vítimas de acidentes no trânsito. Além disso, as cirurgias evitam zoonoses”, destaca o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Everton Souza.

No CastraPet Paraná, o animal sai com a medicação pós-operatória e aplicação de microchip eletrônico de identificação. Os tutores recebem as orientações sobre a importância da vacinação, vermifugação e visitas periódicas ao veterinário.

Para a cirurgia, é importante que os tutores levem seus animais de estimação em jejum de oito horas de alimentos e de quatro horas de líquidos.

É a primeira vez que as ações do Castrapet acontecem em Curitiba. Foram disponibilizadas vagas para cães e gatos de 5 meses a 8 anos, cadastrados na Rede de Proteção Animal por protetores independentes e tutores residentes nos bairros Capão da Imbuia, Guabirotuba, Jardim das Américas, Uberaba, Tarumã e Cajuru.

“Esta etapa de castrações pelo CastraPet em Curitiba reforça as políticas de controle populacional de animais domésticos do município e os esforços conjuntos com o Governo do Estado no cuidado com a fauna”, destaca o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria do Meio Ambiente de Curitiba, Edson Evaristo.

A ação em Curitiba recebeu investimentos de R$ 180 mil. Os maiores beneficiados do projeto são as famílias de baixas renda e as organizações de apoio à causa animal. O preço de uma castração em clínicas particulares pode variar de R$ 800 a R$ 1.500.

Moradora do bairro Cajuru, Thaís contou que se sentiu agradecida pela iniciativa. “Eu achei muito bacana essa parceria do governo estadual com a prefeitura. A castração evita uma superpopulação de animais abandonados nas ruas. E, no meu caso, contribui para a saúde do meu cachorrinho”, disse.

Informações da AEN