Criança se afoga em piscina e é socorrida pela PRF no interior do Paraná

Por volta das 14h, a mãe chegou com a criança sem sinais de vida, enrolada numa toalha, procurando socorro na unidade da PRF em Ibiporã. Eles foram trazidos por um vizinho, em um carro, pela proximidade ao local do afogamento.

Os policiais, imediatamente, deram início aos primeiros socorros com massagem cardíaca e levaram a criança e mãe para o Hospital Cristo Rei em Ibiporã.

Enquanto isso, outro policial realizou contato com a equipe médica, informando da chegada da equipe ao hospital, onde, prontamente, a criança foi atendida e reanimada, porém em estado grave.

Muito abalada com a situação, a mulher disse que o menino, de dois anos de idade, caiu numa piscina que fica em uma propriedade rural próxima da unidade da PRF, mas ela não sabia quanto tempo ele havia ficado submerso.

Posteriormente, o menino foi transferido para a UTI do Hospital Infantil em Londrina (PR) onde segue internado em estado grave.

O conhecimento em técnicas de primeiros socorros dos policiais e o encaminhamento rápido para o hospital foram decisivos para salvar a vida do menino.

Utilidade Pública

Um aplicativo desenvolvido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins (CBMTO) fornece auxílio em situações de emergência, com noções de primeiros socorros a serem seguidas pelos cidadãos até a chegada da equipe especializada.

A plataforma reúne 13 situações, com informações rápidas e imprescindíveis para o público. Entre elas, estão: afogamento, choque elétrico, convulsão, engasgamentos, fraturas, infarto, envenenamento e intoxicação.

O aplicativo está disponível para download na Play Store para os celulares que usam sistema android, link aqui. As orientações do aplicativo não substituem o atendimento especializado.

Informações da PRF.