Cinco mitos e verdades sobre os serviços de aluguel de moradia online

Com o prolongamento da pandemia, os brasileiros começaram a se familiarizar com termos e conceitos até então desconhecidos. Quem acompanha as movimentações do mercado imobiliário, seja pessoa física ou grandes incorporadoras, se deparou com a novidade da moradia flexível, na qual o usuário escolhe virtualmente o imóvel onde quer morar, pelo tempo que quiser, e faz o aluguel de forma instantânea. Apesar do crescimento exponencial desse modelo de negócios, ainda há quem não entenda direito o conceito e tenha receio de apostar nesta tendência. Com o objetivo de desmistificar esse novo jeito de morar, a Housi, pioneira mundial em moradia flexível 100% digital, levantou as cinco dúvidas mais recorrentes que recebe e respondeu o que é mito ou verdade. Confira:

  1. Locação online traz mais flexibilidade

Verdade. A moradia flexível, também conhecida como aluguel por assinatura, significa o fim da burocracia para alugar um imóvel. O inquilino não precisa passar em nenhuma imobiliária, não é necessário fiador e nem fazer um depósito no valor de três aluguéis. Também não é preciso cumprir um contrato de 30 meses, geralmente praticado na locação tradicional. Na plataforma da Housi, assinar um imóvel leva menos de um minuto. O usuário escolhe o imóvel, o período que vai ficar nele e já pode se mudar no dia seguinte. Já que, para facilitar ainda mais a vida dos usuários, os apartamentos já vêm mobiliados e com serviços essenciais, como TV e internet. Tudo incluído na assinatura

“Ninguém mais quer perder tempo ligando para concessionária de água e luz, ficar horas com o teleatendimento da operadora de TV a cabo ou fazendo obras. Todos querem entrar e morar sem dor de cabeça”, explica Alexandre Frankel, CEO da Housi.

2. É preciso fonte de renda comprovada para fazer a locação online

Mito. Diferente das imobiliárias que exigem comprovantes, holerites ou algum outro documento, na Housi não é preciso nem comprovar a renda.  O único documento necessário é a carteira de identidade na hora de preencher o cadastro. Todo o restante é feito virtualmente.

3. Locação online é o fim das imobiliárias

Mito. O serviço de locação online não enfraquece o serviço das imobiliárias tradicionais. São modelos complementares, já que as empresas de moradia flexível podem prestar serviço para as imobiliárias, da mesma forma como atua em parceria com as construtoras que vendem unidades para investidores interessados na receita do aluguel. “Vejo o imóvel como um hardware que precisa de um software, no caso a Housi, para funcionar”, acredita Frankel.

4. Alugar um imóvel online é tão fácil como pegar um carro de aplicativo

Verdade. Os aplicativos de transporte individual mudaram a forma como lidamos com os carros. Hoje, muitos preferem pagar pelo tempo de uso e não pela aquisição do bem. Os custos do ‘usar’ podem ser muito menores dos que os de ‘ter’. Na visão de Frankel, este também será o futuro das moradias. “A moradia é cada vez mais percebida como um serviço, o que põe em discussão o sonho da casa própria. A vantagem da locação sob demanda é a possibilidade de se adaptar e se adequar às diferentes fases da vida, às mudanças de perfil e necessidades. Não fará mais sentido pagar os juros de um financiamento”, afirma o empresário.

5. O imóvel sofre muitos estragos na locação online

Mito. O investidor que optar pela locação online perceberá que seu imóvel não se desvaloriza como muitas vezes ocorre no aluguel tradicional, quando o inquilino desocupa o imóvel e, na necessidade de não perder a rentabilidade daquele ativo, o proprietário deixa de realizar as manutenções e modernizações necessárias. Na Housi, ao disponibilizar o imóvel, o proprietário conta com uma consultoria especializada que avalia se o imóvel está no padrão sugerido pela empresa ou se é necessário decorar e mobiliar o apartamento para garantir ainda mais eficiência na locação. A plataforma oferece também limpeza e manutenção das unidades para que fiquem sempre renovadas. O resultado é uma rentabilidade que pode atingir 50% a mais que locações tradicionais.