Até receber mais doses, Curitiba concentrará vacinação no Pavilhão do Parque Barigui

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba informa que a partir desta quinta-feira (29) a vacinação contra a covid-19 será concentrada no Pavilhão do Parque Barigui. Os demais 20 pontos de vacinação da cidade, incluindo o drive-thru do parque, ficarão desativados temporariamente, até que o Ministério da Saúde envie uma nova remessa de vacinas para a primeira aplicação.

A vacinação continua no Pavilhão para profissionais de saúde e das forças de segurança que receberam a data agendada pelo aplicativo Saúde Já; e para pessoas acima de 63 anos que ainda não receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19.

Os idosos que tenham recebido a primeira dose de Coronavac fora do calendário e que ainda precisam da segunda aplicação, devem seguir o prazo da carteirinha de vacinação e também procurar o Pavilhão para completar o esquema.

“Temos capacidade de vacinar mais de 20 mil pessoas por dia, mas para isso precisamos ter vacina. Como não temos previsão de que elas chegarão até o fim desta semana, não podemos convocar novas idades ou grupos, então não justifica manter equipes paradas em tantos postos”, explica a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

Curitiba cumpre, nesta quarta-feira (27), todo o cronograma de segunda dose de Coronavac dos grupos de idosos. Na terça-feira (27) foi concluída a vacinação da primeira dose para o grupo de 63 anos.

Segunda dose

O cronograma de segunda dose volta a partir do dia 25 de maio, para o grupo de 85 a 80 anos de idade imunizado com primeira dose de AstraZeneca em fevereiro.

O grupo de 66 anos completos vacinado com a AstraZeneca no começo de abril receberá a segunda dose em julho.

Prazos diferentes

As vacinas anticovid-19 distribuídas pelo Plano Nacional de Imunização precisam ser aplicadas em duas doses e têm prazos diferentes para a aplicação.

Coronavac: Desenvolvida pelo Instituto Butantan e pelo laboratório Sinovac, tem um intervalo recomendado de quatro semanas de uma dose para outra.

AstraZeneca/Fiocruz: O prazo recomendado entre a primeira e a segunda dose é de 90 dias.

Informações da Prefeitura de Curitiba