Carboidratos são muito consumidos no inverno, mas em excesso podem fazer mal

Os alimentos ricos em carboidratos, como pão, cereais, arroz e todas as massas, são uma importante forma de energia para o organismo, pois durante a sua digestão é gerada glicose, que é a principal fonte de energia para as células do corpo.

Quando estes alimentos são consumidos em grandes quantidades, o organismo utiliza uma parte para gerar energia e o que não é utilizado é armazenado na forma de gordura no tecido adiposo, favorecendo o aumento de peso. Por isso, o consumo de carboidratos deve ser controlado, sendo recomendado comer aproximadamente 200 a 300 gramas por dia, no entanto essa quantidade pode variar de acordo com o peso, idade, gênero e atividade física praticada pela pessoa.

O corpo humano costuma enviar alguns sinais quando se consome algo em excesso. No caso dos carboidratos, além de problemas a longo prazo, há sintomas muitas vezes ignorados no dia a dia que podem ser consequências deles.

Consequências do excesso:

Noites mal dormidas

Alimentos que conferem mais energia prolongam o processo digestivo e podem atrapalhar o sono.

Mais estrias

Uma dieta rica em alimentos refinados está relacionada ao surgimento dessas lesões na pele, principalmente por sua relação com o efeito sanfona

Cansaço excessivo

Carboidratos na dose certa são combustíveis, mas em excesso geram cansaço no corpo.

Problemas na boca

Cáries, inflamação da gengiva e mau hálito também podem ser resultado de uma alimentação em desequilíbrio de carboidratos. No primeiro caso, bactérias presentes na boca metabolizam o açúcar nos alimentos e tornam o ph da região ácido. O açúcar ainda favorece o acúmulo de placa bacteriana que, caso não seja removida, pode causar mau hálito e gengivite.

No rosto: mais acnes

O aumento de acne está associado à alimentação rica em carboidratos processados. Isso acontece porque produtos com farinha branca proporcionam maior produção de insulina, estimulando a pele a secretar mais óleo.

Informações da Tua Saúde

Veja mais detalhes sobre este caso na reportagem completa do Destaque Ponta Grossa e região desta segunda-feira (28):