Julho Laranja: campanha incentiva atendimento ortodôntico infantil

Muitos pais, responsáveis e pessoas em geral ainda têm a crença de que o tratamento ortodôntico é destinado apenas para adolescentes e adultos e só pode ser iniciado na dentição permanente. A campanha Julho Laranja, uma iniciativa da comunidade de ortopedistas funcionais dos maxilares e ortodontistas, visa conscientizar a população de que a primeira consulta ortodôntica deve acontecer ainda na infância. 

Para dra Stella Faria Dumke, dentista especialista em Ortodontia e Odontopediatria com pós graduação em Ortopedia funcional dos maxilares e Odontologia miofuncional, a partir dos 5 anos de idade abre-se uma janela de oportunidade para o tratamento de más-oclusões. “As funções da boca desempenham um papel importante na estimulação adequada do crescimento, do estabelecimento da postura, do amadurecimento dos sentidos e no equilíbrio dos sistemas corporais. Portanto, perceber precocemente qualquer pequena alteração nesse processo é dever de todo profissional de saúde”, explica.

Segundo a especialista, caso uma má-oclusão seja diagnosticada ainda na infância, intervir pode ser uma excelente opção para dar mais qualidade de vida à criança. “Na verdade, desde a barriga da mãe é possível acompanhar o desenvolvimento craniofacial do bebê e orientar a futura mamãe sobre a posição certa de amamentá-lo, como introduzir alimentos sólidos e fibrosos na dieta e, finalmente, orientar sobre o momento certo de intervir de maneira simples, com pistas diretas ou ajustes oclusais ou de maneira mais complexa com aparelhos ortopédicos e ortodônticos, caso seja necessário”, ressalta dra Stella.

A especialista fala mais sobre a campanha Junho Laranja em seu perfil no Instagram.