Após eliminação na Copa do Brasil, Inter demite Miguel Ángel Ramirez

O Internacional anunciou nesta sexta-feira (11) a demissão do técnico Miguel Ángel Ramirez. O treinador já vinha sendo pressionado pelos resultados e pelo desempenho abaixo do esperado no Campeonato Gaúcho e no início do Campeonato Brasileiro, mas a eliminação na Copa do Brasil foi decisiva para que a passagem do espanhol pelo futebol brasileiro. Osmar Loss comanda a equipe interinamente.

Ramirez comandou o Inter em 22 jogos, com 11 vitórias, quatro empates e sete derrotas. Ele conseguiu classificar o time como primeiro do grupo na Libertadores, mas perdeu a decisão do Gaúcho para o Grêmio e amargou a eliminação na terceira fase da Copa do Brasil. Na noite desta quinta-feira (10), o Colorado foi derrotado dentro de casa por 3 a 1 e viu o Vitória comemorar a vaga nas oitavas de final da competição.

Em nota, a assessoria do Inter confirmou também a saída de outros membros da comissão técnica: o auxiliar técnico Martín Anselmi, o preparador físico Cristóbal Fuentes e o analista de desempenho Luis Piedrahita. “O Inter agradece pelos serviços prestados e deseja sucesso na sequência de suas carreiras”, diz o comunicado.

Agora, a diretoria estuda uma forma de pagar a multa de rescisão, estimada em R$ 10 milhões, e tenta chegar a um acordo com o treinador para que sua saída seja considerada de “comum acordo” – tudo para evitar a limitação de trocas de técnicos durante o Campeonato Brasileiro.