Dani Alves se junta à Seleção Olímpica, e treino tem grupo quase completo

A Seleção Olímpica está quase completa para a sequência da preparação antes da estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Nesta quinta-feira (8), mais nove convocados se juntaram ao grupo em São Paulo: Brenno, Matheus Henrique, Santos, Abner, Gabriel Menino, Claudinho, Nino, Arana e Dani Alves.

André Jardine conta agora com 17 jogadores para as atividades. No trabalho desta tarde, o treinador pode ver Claudinho, Abner, Santos e Brenno no treino de campo. Os outros atletas recém chegados fizeram apenas atividades regenerativas e de recuperação sob os cuidados da fisioterapia. Todos entraram em campo na noite de quarta por seus clubes pela rodada 10 do Brasileirão. Foi o caso de Daniel Alves, do São Paulo, o mais experiente do grupo de Jardine.

O camisa 13 chegou muito empolgado e logo se juntou na resenha com o restante do grupo. Passou um bom tempo conversando com Diego Carlos, outro jogador acima da idade olímpica, e brincou com Antony, com quem jogou no Tricolor Paulista. Dani falou sobre o sonho de somar uma medalha ao seu currículo e da motivação para esse desafio tão particular na sua carreira:

“Eu me sinto como um garoto, até mais do que eles (risos). Não podemos nunca parar de sonhar. Estar aqui nesse desafio tão novo para mim é muito especial. Eu sempre terei muito orgulho de representar o meu país. Isso me motiva, sempre”.

No CT do Palmeiras, André Jardine comandou mais uma atividade tática, colocando os atletas em contato com os conceitos do estilo de jogo, exigindo velocidade e poder de criação com a posse de bola no ataque.

Nesta sexta-feira, o zagueiro Ricardo Graça se apresentará em São Paulo. Ele foi anunciado hoje como o substituto de Gabriel Magalhães, desconvocado por lesão. Assim o grupo olímpico tem 22 convocados.

Gabriel Martinelli, Bruno Guimarães, Richarlison e Douglas Luiz se juntam à delegação na segunda etapa da preparação. Os dois últimos disputam a Copa América com a Seleção Principal neste sábado (10).