Edu Dracena pede demissão no Santos após queda na Sul-Americana: “Falhamos”

Edu Dracena não faz parte mais do quadro de dirigentes do Santos. Na manhã desta quinta-feira (7), o ex-zagueiro do Peixe anunciou que pediu demissão do cargo de executivo de futebol. A saída de Dracena ocorre horas depois da queda do Alvinegro Praiano para o Deportivo Táchira, pela Copa Sul-Americana.

No anúncio da saída, Edu Dracena destacou que chegou ao clube no último ano e, em pouco tempo, foi uma figuras importantes na permanência do Santos Campeonato Brasileiro. Ainda assim, o relato do ex-dirigente do Peixe revelou que o trabalho nem sempre foi um mar de calmaria.

Na mensagem, o ex-executivo do clube apontou que o Alvinegro Praiano investiu pouco em novas contratações em 2022. Edu Dracena fez questão de ressaltar que o valor despendido pelo Santos fica abaixo de muitos clubes da primeira divisão do Brasil. Segundo o ex-zagueiro, o Peixe respeitou um limite de 1 milhão de dólares para fazer investimentos – o valor dá pouco mais de R$ 5 milhões.

No total, a passagem do ídolo alvinegro na direção do clube durou cerca de nove meses. Os resultados recentes marcaram o adeus de Edu Dracena ao clube. Eliminado na Copa-Sul Americana, o Santos está sem situação crítica depois de ter perdido por 4 a 0 para o Corinthias pela ida da Copa do Brasil. No Brasileirão, o Peixe é o 10º colocado.

Informações SBT Sports