Livre no mercado, Daniel Alves brinca: “Estou velho e desacreditado”

O lateral-direito Daniel Alves vive nesta quinta-feira (30) seu último dia de contrato com o Barcelona. O jogador de 39 anos aproveitou o momento para “vender seu peixe” nas redes sociais.

“Opa, opa, último dia de contrato e, como vocês já me conhecem, não se assina um compromisso novo sem ter acabado o antigo. Aproveito também pra vender o meu peixinho, já que estou muito velho e desacreditado no mercado. Nas imagens, você vê um velhinho fazendo algumas coisas com um olhar diferente e sempre com a cabeça muito bem alta. Também podemos apreciar que há uma intensidade considerável e um jogo bastante consciente”, escreveu o jogador, que complementou:

“Brincadeiras a parte, hoje pra valer estou livre no mercado. Meu nome é Dani Alves, brasileiro, mais conhecido como Good Crazy, tenho 39 anos e, junto com os meus, sou o maior vencedor da história do futebol, com 43 troféus. Ah, e se alguém me passar, vou jogar até os 50 anos.”

A prioridade de Daniel Alves é continuar no futebol europeu até a Copa do Mundo. Em recente entrevista ao podcast Podpah, o técnico da seleção brasileira, Tite, revelou que só não convocará o jogador para o Mundial do Catar caso ele não esteja “disputando as melhores competições”.

Na última segunda-feira (27), o presidente do Athletico-PR, Mario Celso Petraglia, comentou sobre a possível contratação do lateral-direito. O mandatário confirmou a existência de conversas com o jogador, mas admitiu que a negociação não é simples. 

“A chance existe (do Daniel Alves fechar com o Athletico). Nós temos conversado também, é um sonho. Não o mesmo que o Fernandinho (anunciado, naquela ocasião). Nós conversamos muito também sobre a continuidade do projeto dele. Ele tem um instituto que acolhe crianças, meninos e meninas, e ele quer ampliar isso para o Brasil todo. Fizemos um acordo pro Athletico dar um suporte para ele na parte funcional, de gestão e formação de atleta”, disse o Petraglia.

‘”Ele precisa jogar num clube de altíssimo rendimento, o sonho dele é ser convocado também outra vez pra Seleção… Acho muito difícil pelas ofertas que ele tem, não tem vínculo nenhum conosco, sonho dele é a seleção, mas diria que é zero? Não”, acrescentou.

Informações do SBT Sports.