Seleção brasileira supera sistema defensivo do Japão e vence amistoso em Tóquio

Com gol de Neymar, a seleção brasileira venceu o Japão por 1 a 0, na manhã desta segunda-feira (6), em amistoso disputado em Tóquio. A equipe do técnico Tite teve bastante trabalho para furar o sistema defensivo do selecionado asiático. O único tento do duelo foi marcado em cobrança de pênalti, no segundo tempo.

O triunfo frente ao selecionado japonês foi o segundo do Brasil na data Fifa de junho. Na última quinta (2), a Canarinho goleou a Coreia do Sul por 5 a 1, em Seul. Agora, a seleção brasileira entra em campo somente no mês de setembro – este será o último encontro do grupo antes da Copa do Mundo. Depois, a seleção brasileira vai ao Catar em busca do sonhado hexa.

O jogo

A seleção brasileira poderia ter aberto o placar, como no amistoso diante da Coreia do Sul, logo nos instantes iniciais. Com um minuto, depois de uma boa troca de passes, Neymar serviu Paquetá na pequena área; o camisa 7, de direita, acertou a trave de Gonda.

O Brasil seguiu pressionando o Japão ao longo da primeira etapa. Com Paquetá, Raphinha, Neymar e Vinícius Júnior, o setor ofensivo da equipe de Tite criou algumas outras situações, mas a seleção japonesa, bastante fechada, impediu a abertura do placar.

Do outro lado, a equipe da casa ensaiou algumas chegadas, sem levar tanto perigo. O primeiro tempo terminou com 64% de posse de bola e três finalizações corretas do Brasil, que parou na organização ofensiva da seleção asiática.

Na segunda etapa, a equipe da casa voltou com o atacante Kamada no lugar do meia Haraguchi. Com uma uma estratégia mais defensiva, os japoneses iniciaram o segundo tempo pressinando a seleção brasileira. Do outro lado, Tite respondeu com Gabriel Martinelli e Gabriel Jesus – Vinícius Júnior e Raphinha deixaram o campo.

As mudanças fizeram a equipe canarinho voltar com tudo ao campo de ataque. Na metade da segunda etapa, Tite promoveu uma mudança interessante ao colocar Thiago Silva no lugar de Daniel Alves, o que fez Militão ser deslocado para a lateral-direita. Aos 29 minutos, o Brasil roubou bola no campo de ataque e, depois de finalização de Neymar, o atacante Richarlison foi derrubado na área. Pênalti. Na cobrança, o camisa 10 deslocou Gonda e abriu o placar.

Nos últimos minutos, o ritmo do amistoso caiu, sobretudo pela manutenção da posse de bola por parte da Canarinho. Sem atacar muito, o time de Tite optou por segurar a vitória na capital japonesa. 1 a 0 para o Brasil no Estádio Nacional de Tóquio.

FICHA TÉCNICA

JAPÃO 0 x 1 BRASIL

Local: Estádio Nacional de Tóquio, Tóquio – Japão
Data: 06/06/2022
Árbitro: Alireza Faghani (IRÃ) 
Assistentes: Ashley Beechan (AUS) e Anton Shchetinin (AUS)
VAR: Kurt Ams (JAP)
Cartão amarelo: Endo, Nakayama e Kamada; Raphinha e Neymar.
Gols: Neymar, aos 31 do segundo tempo.

JAPÃO: Gonda; Nagatomo (Yamane), Yoshida, Itakura e Nakayama; Endo, Tanaka (Shibasaki), Junya Ito (Doan) e Haraguchi (Kamada); Minamino (Mitoma) e Furuhashi (Maeda). Técnico: Hajime Moriyasu.

BRASIL: Alisson; Daniel Alves (Thiago Silva), Marquinhos, Éder Militão e Guilherme Arana; Casemiro (Fabinho), Fred (Richarlison) e Lucas Paquetá (Bruno Guimarães); Raphinha (Gabriel Jesus), Neymar e Vinícius Júnior (Gabriel Martinelli). Técnico: Tite.

Informações do SBT Sports