Renato Kayzer é decisivo na recuperação do Athletico

Renato Kayzer chegou ao Atlético para resolver o problema da falta de gols do time, por muito tempo furacão teve o pior ataque do Brasileirão, mas aos poucos o camisa 79, ajudou a mudar esse cenário e fez até o técnico Paulo Autuori e destacar com clareza um dos temas que sempre aborda nas entrevistas, a diferença entre eficácia e eficiência.

“Isso aí é eficácia, eficiência na maneira como foram construídas as jogadas. Em futebol a eficiência é fazer bem feito as coisas e a eficácia é fazer a coisa certa, que o gol.” afirmou Paulo Autuori, técnico do Athletico.

E como os gols do Kayzer tem sido mesmo coisas certas, dos 8 que ele anotou pelo Furacão só os dois primeiros diante de Flamengo e Internacional lá no primeiro turno, foram em derrotas e não representaram pontos na tabela. Já os outros 6, significaram ao todo 16 pontos, foi assim o 2 a 1 sobre o Fortaleza, nas vitórias sobre Goiás, Bragantino e Botafogo, mais um pontinho no empate com o São Paulo e contra o Flamengo no domingo, novamente uma bola na rede decisiva. Se passou em branco em dois jogos pela Libertadores no Brasileirão, o atacante mantém o Atlético vivo na disputa para voltar ao torneio Continental.

“A gente tem fome né, fome de vencer, fome de ganhar acho que isso vem aflorando a cada jogo no nosso time.” afirma Renato Kayzer, atacante do Athletico.

Comprado do Cruzeiro por aproximadamente 5 milhões de reais, Kayzer estava no Atlético Goianiense antes de chegar ao Athletico. No Dragão já havia feito 10 gols da temporada, portanto é no Furacão que ele está tendo a maior sequência de gols em uma competição com adversários mais complicados. 

“Eu estou aqui no Atlético para ver se vai ficar mesmo tô muito feliz e espero dar o meu melhor para poder ajudar o Athletico em todas as competições possíveis.” disse Kayzer

Faltando 6 jogos para o fim do campeonato o desafio do Kayzer e também do Athletico para voltarem a Libertadores não é simples, só que para seguir sonhando os gols dele, são cada vez mais importantes.