Evento clandestino com cerca de 90 pessoas é interrompido

A Guarda Municipal (GM) de Londrina foi acionada, por meio da central 153, por volta das 20 horas de quarta-feira (26), para atender uma denúncia de aglomeração de pessoas em um estabelecimento localizado no Jardim Marieta, zona norte da cidade.

As equipes foram até a rua José Ruzon e constataram que aproximadamente 90 pessoas estavam participando de uma “batalha de rima”. O responsável pela organização foi identificado pelos guardas municipais. Ele recebeu orientações sobre as medidas que o poder público está tomando para evitar a incidência de novos casos de coronavírus, bem como sobre a proibição de festas e aglomerações.

Por conta do evento sem autorização, e da aglomeração de pessoas, a GM lavrou termo de constatação em nome do responsável, documento que será enviado para a Secretaria Municipal de Fazenda avaliar. Em seguida o evento foi finalizado.

Localização de foragidos da justiça

Na quarta-feira (26), enquanto realizavam rondas, as equipes da GM localizaram dois foragidos da justiça. No final da manhã, uma equipe de motos GTAM em patrulhamento pelo entorno da UBS Leonor, zona oeste, visualizou um homem em atitude suspeita. Após abordagem e consulta no sistema, os guardas constataram que o jovem estava com mandado de prisão em aberto por crime de roubo a mão armada.

Por volta das 16 horas, outra equipe da GM, durante patrulhamento pelas imediações da Escola Municipal Bartolomeu de Gusmão, região leste, recebeu uma denúncia de que um homem estava em atitude suspeita. Os guardas foram até o local indicado e conseguiram fazer a abordagem. Após verificação no sistema, os agentes descobriram que havia um mandado de prisão pelo crime de furto em aberto.

Informações da Prefeitura de Londrina