Preso suspeito de receptar carro usado em ataque contra empresário de criptomoedas

Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam temporariamente um homem suspeito de envolvimento no atentado contra um rapaz, de 24 anos, que atua no ramo de criptomoedas. O crime aconteceu no dia 6 de abril deste ano, no bairro Campo Comprido, em Curitiba.

De acordo com as investigações, a polícia constatou que o veículo utilizado no crime teria sido roubado no dia 20 de março deste ano, no bairro Uberaba, e que o suspeito capturado teria sido responsável por adquirir o carro roubado para praticar o homicídio. Além disso, ele preferiu manter o silêncio na delegacia e não colaborar com as investigações.

“Esse carro foi roubado de uma motorista de aplicativo por quatro indivíduos. Posteriormente, o veículo foi entregue aos suspeitos. O suspeito preso sabe quem são os atiradores, ele teve participação indireta, porém fez uso do seu direto de permanecer calado”, disse o delegado Thiago Nóbrega em entrevista à Rede Massa.

O celular do suspeito foi encaminhado à perícia, bem como o aparelho telefônico da vítima. Ainda conforme a polícia, o alvo seria mesmo o Guilherme Grabarski e que o crime pode estar relacionado com ramo que ele trabalha, que é criptomoedas (bitcoins). “A gente acredita que foi um desacerto relacionado ao empresário, que está se recuperando. Ele poderá nos ajudar a identificar tanto o atirador como o mandante”, concluiu Nóbrega.

(Foto: Arquivo pessoal)

A polícia continua investigando o caso e afirma que as investigações estão avançadas.

O crime

A vítima estava saindo do trabalho, quando foi perseguida por um veículo Toyota Etios vermelho, Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, próximo ao terminal do Campo Comprido.

Um dos ocupantes do carro atirou contra a vítima, que foi atingida no crânio, braço e tórax. O veículo Audi foi crivado de balas. Apesar da quantidade de tiros, o empresário sobreviveu e foi levado ao Hospital Evangélico Mackenzie em estado gravíssimo.

Câmeras de segurança da região flagraram os suspeitos perseguindo e disparando contra a vítima. Pelo menos dez tiros atingiram o rapaz, que ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e já se recupera em casa.