TSE aprova criação de federação partidária entre PT, PCdoB e PV

SÃO PAULO (Reuters) – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou na noite de terça-feira a formação da federação partidária entre PT, PCdoB e PV, que se chamará Federação Brasil da Esperança e é a primeira agremiação do tipo aprovada pela corte eleitoral.

Com a aprovação, feita por unanimidade na corte, os três partidos atuarão como um único ente partidário pelos próximos quatro anos, não podendo, por exemplo, apresentar candidatos concorrentes para cargos majoritários. Os partidos também atuarão como um só no Congresso Nacional.

A nova federação terá como candidato à Presidência da República na eleição de outubro o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera as pesquisas de intenção de voto para o pleito. Outros partidos se unirão à candidatura de Lula, caso por exemplo do PSB, que terá o vice na chapa, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin –mas neste caso estarão coligados na eleição nacional, não em federação.

Outras federações partidárias já foram anunciadas, mas ainda precisam ser formalizadas pelo TSE, como as uniões entre PSDB e Cidadania e entre PSOL e Rede Sustentabilidade.

As federações têm até o dia 31 de maio para obterem seus registros junto à Justiça Eleitoral para participarem das eleições gerais de outubro.