Sebrae/PR apresenta estratégias de inovação para design industrial

Nesta segunda-feira (29), Curitiba, que completa 328 anos, recebeu o Plano de Inovação para o Design Industrial em Curitiba, do Sebrae/PR. Esse é um documento que reúne os elementos tecnológicos das cadeias produtivas do design industrial, necessários para aumentar a competitividade das empresas do município.

O plano contém ações para a utilização do design envolvendo as pequenas, médias e grandes empresas, o poder público, universidades, centros tecnológicos e entidades do setor produtivo. O objetivo é o aprimoramento da tecnologia e da inovação, da geração de valor de produtos locais e de novos modelos de negócios sustentáveis que utilizem os princípios da economia circular.

O plano

O documento foi elaborado a partir de três etapas. A primeira, de identificação dos cenários e demandas do mercado, definiu como base do trabalho a utilização de três Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU): energia limpa e acessível; trabalho decente e crescimento econômico; e consumo e produção responsáveis. A segunda etapa envolveu a análise dos atores do ecossistema, especialmente em relação à realização e à capacidade de novos investimentos nessas áreas, com a identificação das principais carências e necessidades.

A terceira fase trata da elaboração de um plano de ações a serem realizadas, para que empresas possam, por meio do design, agregar valor em produtos e serviços. A estratégia contempla redução de custos de produção, abertura de novos segmentos de mercado, fortalecimento de marcas, melhoria da eficiência operacional, estímulo à inovação e desenvolvimento da capacidade técnica de colaboradores.

O trabalho, voltado para o design industrial, foi pensado para a área de saúde, produção de alimentos funcionais, biotecnologia, gestão de materiais sustentáveis, moda e economia circular, novos materiais para construção civil, novas tecnologias e ambientes digitais nas indústrias, novos processos industriais e soluções intangíveis.

Ao todo, o projeto realizado entre fevereiro e dezembro de 2020, contou com pesquisas, seminários e entrevistas com 589 participantes.

Confira o plano de inovação completo.

Informações do SebraePR