Homem acusado de importunar e ejacular em roupa de funcionária passa por audiência nesta segunda

O dono de uma loja de suplementos no bairro Água Verde, em Curitiba, passa por uma audiência nesta segunda-feira (27). Ele foi denunciado pelo Ministério Público (MP) pelos crimes de importunação sexual, assédio e estupro contra uma funcionária.

Logo que começou a trabalhar na loja, a funcionária começou a passar por situações constrangedoras com o dono do local. Ao notar que aquilo não era normal, a mulher começou a gravar as conversas com o patrão.

Em um dos áudios, o homem diz “para crescer profissionalmente você tem que me ajudar. É uma parceria, é uma troca”. A funcionária responde que tem marido e filho e que não faria o que ele estava pedindo.

Em outro momento, o acusado faz comentários sobre o corpo da mulher.

Em outra ocasião, o homem a atacou e ejaculou em suas roupas. Um laudo comprovou a presença de sêmen nas vestimentas da vítima.

Na audiência desta segunda, que acontece por videoconferência, a vítima e o acusado vão ser ouvidos, além de testemunhas.