Brasileiro morre decapitado por corrente na Ponte da Amizade

Um motoboy brasileiro de 41 anos morreu decapitado por uma corrente ao se envolver em um acidente no acesso à aduana na Ponte da Amizade, entre Foz do Iguaçu e Cidade do Leste, no Paraguai. Sandro Zaleski levava uma passageira e não viu a corrente esticada sobre a ponte. A cabeça dele foi parar a cinco metros do corpo, conforme o relato de testemunhas.

Militares da Armada Paraguaia, a Marinha do país vizinho, prestaram os primeiros socorros à mulher, que estava na garupa da moto. Ela foi levada ao Brasil pelos bombeiros paraguaios e encaminhada até o pronto socorro do Hospital Municipal. A mulher disse aos policiais e socorristas que contratou Zaleski para ir ao Paraguai.

Equipes da polícia paraguaia isolaram o local e fizeram os primeiros levantamentos sobre as circunstâncias da tragédia. Mototaxistas que cruzam a fronteira todos os dias estavam revoltados com o acidente e fizeram protestos no local.

Os profissionais disseram que o local estava mal sinalizado e só recebeu faixas e cones depois da cena trágica. Eles garantem que a corrente estava amarrada em uma pilastra de concreto e atravessava até uma grade que fica do outro lado da pista. Indignados, profissionais do transporte pedem resposta das autoridades paraguaias.