Identificados os cinco mortos em acidente causado por caminhoneiro bêbado

Foram identificados os corpos das vítimas do trágico acidente na PR-317 que aconteceu na noite desta terça-feira (3) entre Assis Chateaubriand e Toledo. Eles estavam num carro que bateu contra um caminhão conduzido por um motorista embriagado. Após o acidente, a Prefeitura de Jesuítas decretou luto oficial de três dias pelas mortes de José Waldir Melão, Luzia da Silva Melão, Dayane Aparecida Oliveira, Maria Varela de Lima e Adriano Rodrigues da Silva, conhecido como Adriano Paraná, locutor da Amiga FM de Formosa do Oeste.

Através de uma rede social, o prefeito de Jesuítas, Junior Weiller, publicou uma nota de pesar. “Todo o nosso pesar e todo o nosso mais profundo desejo de que o Bom Deus, conforte aos nossos corações. Que possamos ter forças, de forma especial, os familiares, para passarmos por este momento de grande dor”, lamentou o gestor municipal.

O caminhoneiro que causou o acidente foi preso pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) por embriaguez ao volante depois que o bafômetro apontou 0,50 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Ele foi conduzido à delegacia da Polícia Civil de Toledo, que deve ficar responsável pelo inquérito que apura as circunstâncias do acidente.

A tragédia

O carro da Secretaria de Saúde de Jesuítas era ocupado por cinco pessoas e dirigido por Adriano Paraná. O caminhão seguia em direção a Toledo e o automóvel vinha no sentido contrário. A colisão frontal aconteceu num trecho de pista dupla e, após a batida, o Gol foi arrastado e foi parar embaixo da carroceria do caminhão.

O caminhoneiro ficou ferido e precisou ser atendido pelo Samu. Ele foi levado ao hospital de Toledo, mas foi conduzido à delegacia depois de receber alta.

Com informações do Portal Nova Santa Rosa.