Sistema de Transmissão Gralha Azul conclui a instalação de 1000 torres

Foi concluída, neste mês de abril, a montagem de 1000 torres do Sistema de Transmissão Gralha Azul, do total de duas mil e duzentas. A conclusão marca o início de uma nova etapa das obras de implantação do projeto, que tem como objetivo melhorar a qualidade do fornecimento de energia na região Centro-Sul do Paraná.

Com aproximadamente mil quilômetros de extensão de linhas de transmissão e 2,2 mil torres, as obras do ST Gralha Azul passam por 27 municípios paranaenses, movimentando cerca de cinco mil vagas de emprego. Em execução pela ENGIE desde setembro de 2019, o projeto tem investimento de R$ 2 bilhões e contempla, além de 15 linhas de transmissão, a construção de cinco novas subestações de energia e cinco ampliações de subestações já existentes. A previsão é que o Sistema seja concluído no próximo mês de setembro, com a operação escalonada iniciando no mês de julho.

“Esse projeto contribui para o desenvolvimento local, com um reforço de suprimento de energia que permitirá melhorar o atendimento à demanda regional. É uma obra que impulsiona a geração de empregos e renda de maneira sustentável e em alinhamento aos objetivos de crescimento do Estado”, afirma Paulo Henrique Muller, gerente do projeto Sistema de Transmissão Gralha Azul.

Presente no Paraná desde 1998, a ENGIE tem no respeito ao meio ambiente um valor fundamental. Neste mês de abril, foi reconhecida como a melhor empresa da América Latina na categoria Meio Ambiente, pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O prêmio reconhece a boa gestão empresarial que as empresas promovem no uso eficiente e responsável de recursos econômicos, ambientais e sociais, para manter um bom equilíbrio entre o setor privado e a sociedade. Um desses projetos é o Sistema de Transmissão Gralha Azul. “A Companhia opera usinas hidrelétricas que integram a história do Paraná contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico do Estado e também para a conservação dos recursos naturais nas regiões onde estão inseridas. O Sistema de Transmissão Gralha Azul está se somando como uma importante contribuição para os paranaenses”, completa.

Para mais informações, acesse: www.sistemagralhaazul.com.br