Humorista Paulo Gustavo morre em decorrência da covid-19 aos 42 anos

O artista de 42 anos deixa o marido, o médico dermatologista Thales Bretas, e os gêmeos, Gael e Romeu, de 1 ano e 9 meses

Morreu nesta terça-feira (04) o ator e humorista Paulo Gustavo, de 42 anos. Ele estava internado desde o dia 13 de março, no Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro, em decorrência de complicações causadas pela Covid-19.

Neste último domingo (02), o ator, que estava intubado e usando ventilação mecânica, teve os sedativos e bloqueadores diminuídos pela equipe médica, o que permitiu que ele pudesse interagir com o marido e médicos. À noite, Paulo teve uma súbita piora que resultou em uma “embolia gasosa disseminada, incluindo o sistema nervoso central, em decorrência de uma fístula bronquíolo-venosa”, segundo nota divulgada à imprensa.

Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento“, diz o comunicado da morte do ator.

Paulo Gustavo deixa o marido, o dermatologista Thales Bretas, e os gêmeos Gael e Romeu, de 1 ano e 9 meses.

Thales Bretas e Paulo Gustavo (Foto: Reprodução/Instagram)

Luta contra a covid-19

Logo no início de sua internação, o humorista apresentou melhora, mas no dia 22 de março precisou ser intubado devido à piora de seu quadro de saúde. O artista permaneceu sedado e fez uso de ventilação mecânica.

Após ter uma nova regressão, no dia 02 de abril a equipe médica decidiu usar a ECMO (Extracorporeal Membrane Oxygenation), que é uma Oxigenação Extracorpórea por Membrana, aparelho capaz de trabalhar em conjunto com os pulmões e o coração.

Informações do SBT

Veja mais detalhes sobre este caso na reportagem completa do Destaque Ponta Grossa e região desta quarta-feira (5):