5 destinos internacionais que têm versões homônimas brasileiras

Com mais de cinco mil municípios no Brasil, não é de se estranhar que muitos deles tenham nomes curiosos. Por exemplo, alguns destinos internacionais bem populares têm suas versões homônimas e menos conhecidas em território brasileiro, que podem ser visitadas pelos 55%* dos viajantes do país que preferem viagens domésticas a internacionais, de acordo com uma pesquisa recente da Booking.com.

Costa Rica (América Central) e Costa Rica (Mato Grosso do Sul)

O país Costa Rica fica localizado na América Central e é um destino famoso pelas belezas naturais e atividades na natureza. Além do litoral, com praias tanto no Oceano Pacífico, quanto no Mar do Caribe, que permitem a prática de esportes aquáticos, como surfe e mergulho, há muitas oportunidades para quem curte um turismo mais aventureiro, em seus parques nacionais, rios, cavernas e vulcões. Já a cidade brasileira de Costa Rica fica ao norte do estado do Mato Grosso do Sul e, assim como sua versão internacional, também tem como foco o ecoturismo, com seus parques naturais e cachoeiras. Uma opção de hospedagem no destino nacional é o Ives Hotel.

Porto Rico (América Central) e Porto Rico (Paraná)

Também na América Central, Porto Rico é uma ilha repleta de praias paradisíacas, reservas naturais e uma capital charmosa. Um destaque do destino são suas baías bioluminescentes, ou seja, praias de águas cintilantes, que podem ser conhecidas em expedições de caiaque ou em mergulhos com snorkel. Para quem visita a ilha, uma opção de estadia é a Hacienda Tres Casitas. Já no Brasil, a cidade de Porto Rico fica no Paraná, à beira do Rio Paraná, indicado para quem quer praticar esportes aquáticos, como o mergulho, passear de barco ou curtir as praias de água doce.

Barcelona (Espanha, Europa) e Barcelona (Rio Grande do Norte)

Um dos lugares mais conhecidos do mundo, a cidade de Barcelona, na Espanha, marca presença nas chamadas euro trips, que passam por vários destinos no Velho Continente. É perfeita para quem gosta de atrações culturais e artísticas, arquitetura e boa gastronomia, ou até mesmo praias. Para a hospedagem, uma boa pedida é a casa de hóspedes Violeta Boutique. Já sua irmã brasileira – e não tão famosa – fica localizada no interior do Rio Grande do Norte, a cerca de 2h da capital Natal. No início do século XX, a cidade era conhecida por outro nome curioso, Salgado, mas ganhou uma nova denominação a partir de 1929.

Buenos Aires (Argentina, América do Sul) e Buenos Aires (Pernambuco)

A capital argentina, Buenos Aires, é um destino popular entre os viajantes brasileiros. Atrações não faltam por ali, como a colorida Caminito, a área portuária e os famosos shows de Tango. A cidade também é muito conhecida pela gastronomia, principalmente pelos asados, tradicional churrasco argentino, e pelas empanadas. Durante a viagem, uma boa opção de acomodação é o Che Juan Hostel BA. A Buenos Aires brasileira é pernambucana, cujo turismo se baseia nas peças de artesanato e nos atrativos rurais.

Colômbia (América do Sul) e Colômbia (São Paulo)

Outra vizinha sul-americana cheia de atrações turísticas, a Colômbia tem praias de águas cristalinas, cidadezinhas charmosas e coloridas, construções históricas, parques naturais e uma cultura vibrante. Um destaque do país é a impressionante Catedral de Sal de Zipaquirá, que foi construída dentro de uma mina de sal. Quem vai visitar a atração pode se hospedar no Hotel Boutique MR, que faz parte do programa Viagens Sustentáveis da Booking.com. Já Colômbia, a cidade brasileira, fica ao norte do estado de São Paulo. Por estar localizada à beira do Rio Grande, na divisa com Minas Gerais, uma atividade comum por ali é a pesca, inclusive voltada para o turismo.

*Pesquisa encomendada pela Booking.com e realizada de maneira independente com 48.413 entrevistados em 31 mercados. Para participar dessa pesquisa, as pessoas deveriam ter 18 anos ou mais, terem viajado pelo menos uma vez a trabalho ou lazer nos últimos 12 meses e estarem planejando uma viagem em 2022. Além disso, deveriam ser responsáveis pela decisão ou estarem envolvidas no processo de tomada de decisão da viagem. A pesquisa foi feita on-line e ocorreu em janeiro de 2022.