Ex-amante que confessou morte de Mariza ganha alta do hospital; buscas pelo corpo continuam

No fim da tarde desta segunda-feira (10), Sérgio Correia, que confessou ter matado a ex-amante, Mariza de Siqueira da Cruz, recebeu alta do hospital. Ele foi encontrado baleado na última sexta-feira (7), e estava internado no Hospital Cajuru.

Mariza, 37 anos, desapareceu na noite de 30 de setembro, em Bocaiúva do Sul. Sérgio Correia, que foi amante da mulher, confessou para a sua advogada, no dia que levado ao hospital, que matou Mariza com cerca de três facadas. Ele revelou que jogou o corpo da vítima em uma área rural de Bocaiúva.

Foto: Reprodução/Rede Massa

Equipes da polícia e do Corpo de Bombeiros realizaram buscas durante a sexta-feira e sábado (8), mas não encontraram o corpo. Já no domingo (9), os familiares de Mariza se mobilizaram, mas também não acharam nada. As buscas foram retomadas nesta segunda (10) e seguem nesta terça (11).

Nesta segunda, ainda no hospital, Sérgio prestou depoimento oficial. Para a polícia, ele confirmou o crime e disse que esfaqueou Mariza dentro do carro e que a tirou para fora do veículo ainda com vida. Segundo o relato do homem, ela pediu para morrer sozinha.

Sobre o caso