Vítimas de policial militar são sepultadas no Paraná

As vítimas do policial militar Fernando Garcia, que matou oito pessoas e depois tirou a própria vida no Oeste do Paraná, estão sendo sepultadas neste sábado (16).

São identificadas as oito vítimas mortas por policial militar em Toledo

Policial mata oito pessoas e tira a própria vida no oeste do PR

Às 10h30, foi sepultado Luiz Carlos Becker, de 19 anos, no cemitério Jardim da Saudade, em Toledo. O jovem era desconhecido do policial.

Já por volta das 11h, no mesmo local, foram sepultados Irene Garcia, 78 anos, Claudiomiro Garcia, 50 anos e Amanda Garcia, 12 anos. Eles eram respectivamente mãe, irmão e filha de Fabiano.

Kaio Felipe Siqueira da Silva, 17 anos, também será sepultado no mesmo local em Toledo, às 14h30.

Já a esposa de Fabiano, Kassiele Moreira Mendes Garcia, 28 anos, e os filhos Miguel Augusto da Silva Garcia e Kamili Rafaela da Silva Garcia, de 4 e 9 anos, serão sepultados no início da tarde na Capela Mortuária de São Pedro do Iguaçu, município distante 30 km de Toledo.

O policial militar foi sepultado ainda nesta sexta-feira (15), em Toledo, sem velório a pedido da família.

O policial trabalhava no 19º Batalhão de Polícia Militar de Toledo. De acordo com a PM, o agente de segurança trabalhou na quinta-feira (14) e saiu do plantão no início da noite.

O soldado matou a esposa e um filho em Toledo e, em seguida, foi para Céu Azul. Ao chegar na cidade, ele tirou a vida de mais dois filhos, que moravam com a avó materna.

A PM acredita, ainda, que o policial tenha voltado para Toledo, onde matou a mãe, o irmão e duas pessoas que passavam na região.

Fabiano chegou a mandar um áudio para amigos e familiares explicando a chacina. Ele pediu desculpas, afirmou que não conseguia viver sem a esposa e afirmou que cometeu o crime “para não deixar peso para ninguém”.

A Polícia Civil investiga o caso. O carro usado pelo soldado foi apreendido.

Leia mais